Notícias

“BATIZADOS E ENVIADOS: A IGREJA DE CRISTO EM MISSÃO NO MUNDO”

Captura+de+Tela+2019-09-19+a%CC%80s+14.50.18.jpg

A Igreja convoca todos os seus membros para sair em missão no mês de outubro deste ano, o chamado Mês Missionário Extraordinário. Tal evento ocorre em comemoração aos 100 anos da publicação da Carta Apostólica “Maximum Illud”, escrita pelo Papa Bento XV, a qual dizia que a Igreja de Deus é universal e que nenhum povo lhe é estranho. Essa Carta foi escrita logo após o fim da 1ª Guerra Mundial e teve o objetivo de dar impulso à responsabilidade missionária de anunciar o Evangelho.

No ano passado, o Papa Francisco, em um dos seus pronunciamentos, proferiu as seguintes palavras: “Recordo que minha intenção também é promover um mês Missionário Extraordinário em outubro de 2019, a fim de alimentar o ardor da atividade evangelizadora da Igreja Ad Gentes (Decreto do Concílio Vaticano II sobre a atividade missionária)”.

Ao sermos chamados pela própria Igreja, pelo próprio Cristo, não poderíamos deixar de buscar nos aprofundar neste tema para melhor viver as missões. Por isso, nossos paroquianos vêm tendo formações com o nosso Vigário Paroquial, Pe. Fábio Farias. 

Paróquia estudará documento "Comunidade de Comunidades: uma nova paróquia" da CNBB

A Paróquia de Nossa Senhora da Boa Viagem irá, durante o ano de 2015, aprofundar o estudo e promover reflexões sobre como colocar em prática as diretrizes traçadas no documento 100 da CNBB - Comunidade de Comunidades: uma nova paróquia, que propõe reflexões e ações práticas para uma conversão pastoral da paróquia. 

De acordo com bispo auxiliar de Brasília e secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, o texto busca contribuir para dinamizar a vida de comunidade. “Vai nos ajudar a sermos presença do Evangelho de maneira fecunda e samaritana, no anúncio do Reino de Deus”, afirmou. Na apresentação do documento em junho deste ano, o secretário recordou que a Igreja tem sua origem na comunidade, por isso a “Igreja é comunidade”.

“O Documento busca iluminar o nosso ser Igreja, sermos comunidade dos que vivem de Cristo Jesus, iluminados e guiados pela força e suavidade do Espírito Santo, acolhidos pela bondade materna do Pai”, explica dom Leonardo.

Durante o tríduo da Festa da Padroeira, que acontecerá nos dias 21, 22 e 23 de janeiro, o tema será abordado nas homilias das missas das 17h. A partir de março, serão realizadas reuniões de estudo, às quartas-feiras, 19h, para todos os paroquianos. 

O documento pode ser acessado <<aqui>> ou adquirido na <<loja>> na CNBB e na <<Paulinas>>.

Compartilhamos também uma síntese do documento, de autoria de Dom Paulo Mendes Peixoto, Arcebispo de Uberaba-MG.

Fonte: Imprensa CNBB